Seja bem-vindo. Hoje é

07/08/07

Comunicado da F.C. Porto – Futebol, SAD

O Conselho de Administração da F.C. Porto – Futebol, SAD emitiu esta terça-feira um comunicado no qual aborda as situações vividas pela sua equipa principal na viagem de regresso da Holanda.

COMUNICADO

Na sequência das ocorrências registadas esta segunda-feira no regresso da equipa do F.C. Porto do Torneio de Roterdão, e que foram amplamente divulgadas pela Comunicação Social, vem a Administração da F.C. Porto – Futebol, SAD informar o seguinte:

1 – O F.C. Porto contratualizou com a TAP uma viagem entre Amesterdão e a cidade do Porto, que deveria ter terminado no Aeroporto Sá Carneiro às 16h10 desta segunda-feira;

2 – Desde logo, a partida do Aeroporto de Schiphol aconteceu com duas horas de atraso;

3 – Já na parte final do voo, o comandante comunicou que, devido a motivos de controlo de tráfego, o avião teria como destino Lisboa e não o Porto, ao contrário do que estava contratualizado. O F.C. Porto, entretanto, já apurou que os motivos evocados se prendiam com a necessidade do avião rumar a Paris, partindo da Portela, em claro prejuízo de todos os passageiros que nele viajavam com destino ao Porto;

4 – À chegada a Lisboa, os passageiros que se dirigiam para o Porto foram encaminhados para uma outra aeronave, sem explicações concretas;

5 – O avião, que ligaria Lisboa ao Porto, apresentava um número de passageiros superior aos lugares disponíveis, situação que provocou um impasse e evidente mal-estar entre todos;

6 – Para além desta situação, que demonstra evidente desorganização da transportadora, sempre que confrontada com pedidos de esclarecimento, a tripulação nunca mostrou disponibilidade para explicar a situação, nem amabilidade na abordagem;

7 - A única comunicação dirigida aos passageiros foi feita pelo comandante, dizendo que a partida aconteceria dentro de cinco a dez minutos, o que não veio a verificar-se, reforçando o inconformismo generalizado;

8 – Face ao evidente prejuízo que estava a ser causado à equipa do F.C. Porto, o seu responsável desportivo procurou encontrar soluções, dirigindo-se à chefe de cabine. Já numa situação de grande tensão, a conversa acabou por ser acalorada;

9 – Para espanto do referido dirigente e de toda a comitiva, foi solicitada a presença a bordo das forças da autoridade, com o intuito de retirar o responsável do F.C. Porto, alegando que este se tinha excedido verbalmente;

10 - Se a TAP pretendia resolver a questão da sobrelotação retirando passageiros em excesso, então, depois da saída do dirigente do F.C. Porto, ainda faltava arranjar solução para mais três;

11 – Perante este acumular de situações, a comitiva do F.C. Porto decidiu abandonar o avião, em sinal de solidariedade;

12 – Foram, entretanto, feitas diligências pelo responsável da comitiva do F.C. Porto no sentido de tentar resolver a situação junto do comandante, tendo a chefe de cabine recusado qualquer contacto directo;

13 – Depois de tudo isto, a comitiva cuidou de encontrar meios próprios para, no maior conforto possível, regressar à Invicta;

14 – A chegada ao Estádio do Dragão, por volta da 01h30, a encerrar um dia que devia ser tranquilo, desde logo prejudica e condiciona desportivamente toda a preparação concebida para uma semana que antecipa a primeira competição oficial da temporada;

15 – Face ao disposto, o F.C. Porto, instituição que tenta reger-se pelo profissionalismo, rigor e eficiência, só pode mostrar-se indignado e exigir que entidades que com ele se relacionam o façam utilizando os mesmos princípios;

16 – Assim sendo, por não ter a garantia de que algo idêntico volte a suceder com a TAP, o F.C. Porto deixará de viajar com a companhia e desde já alerta as equipas profissionais para a eventualidade de viverem episódios semelhantes;

17 – Reunido esta manhã, o Conselho de Administração aguarda o esclarecimento dos procedimentos disciplinares internos da TAP, sem prejuízo de já ter encarregue o Departamento Jurídico de actuar em conformidade.

Porto, 07 de Agosto de 2007
O Conselho de Administração
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista