Seja bem-vindo. Hoje é

14/08/07

Intoxicação

Depois de termos assistido, conforme o último "artigo" colocado pelo Álvaro, ao claro e inequívoco desmentido a uma mentira, transmitida para todo o Mundo português, como se de uma verdade inatacável se tratasse, podemos dissertar um pouco sobre esta situação.

Este tipo de jornalismo, é recorrente, sobretudo quando se trata do FCP... tudo o que é posto cá para fora, pelos "jornalistas", é tido como verdade absoluta e indesmentível. Porque, segundo eles, são sempre baseadas em documentos oficiais, obtidos através das pessoas que "estão lá dentro" dos processos. Portanto, tudo é verdade, tudo é oficial, tudo é indesmentível, e por consequência, escreva-se o que se escrever, diga-se o que se disser, desde que seja sobre o FCP, só pode ser verdade, e portanto digno de publicação ou de tempo de antena.

Veja-se como, no caso do vencimento do presidente da SAD do FCP, nenhum "jornalista" se deu ao trabalho de procurar investigar e documentar-se devidamente sobre a verdade, tomando por certo o que dizia um fiscalista e um "jornalista". Curioso, como esta gente consegue obter as informações mais incríveis e que toda a gente pensava serem impossíveis de obter, e uma coisa tão fácil de obter (para eles) como uma declaração de rendimentos, parece ser a coisa mais impossível do Mundo.

Como me parece mais que lógico, esta situação de os jornalistas criarem histórias, mitos e mentiras, é bem apreciada pelos editores, pelo que mesmo tendo seguramente descoberto a verdade, nunca, jamais, em tempo algum se preocuparam em escalarecer devidamente e como é sua obrigação a opinião pública. O problema é que, desde que o FCP se tornou grande demais para qualquer 2ª circular, o objectivo da imprensa deixou rapidamente de ser o de informar, para ser o de intoxicar. Temos assistido a isso há longos anos, com ciclos que se repetem!!

Daí as minhas críticas de há uns meses ao presidente do FCP e à SAD, que nunca se preocupou em fazer o que fez ontem, mostrar a verdadeira máscara desta imprensa!! Foi-se deixando tomar como verdadeiro tudo o que punham cá para fora, foi-se dando "credibilidade" e crédito a estes abutres invejosos, até se chegar oa ponto que se inventam as histórias mais mirabolantes que se possa imaginar. Deu-se livre-trânsito à imaginação e à ficção, e os tolos logo as tomaram como verdades.

Neste momento parece-me muito difícil acabar com esta tradição de intoxicação, penso mesmo que se poderá chegar ao ridículo de, em tribunal, algum juiz validar este tipo de jornalismo, devido à tradição ancestral do mesmo (assim à moda de Barrancos), só espero é que, permitindo que se minta à descarada, não permitam que as mentiras repetidas até à exaustão, se tornem verdades!

Resta ao FCP e aos seus dirigentes, irem menorizando os danos, procurando, tardiamente, mostrar à opinião pública as verdades das mentiras, sendo certo que o crédito acumulado pelos mentirosos, já dificilmente será eliminado.

Mas as máscaras vão caindo, e sem elas, acabarão por se intoxicar alguns dos que têm por profissão, lançar "bombas de fumo"!
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista