Seja bem-vindo. Hoje é

26/05/06

A derrota do "chefe" e do chefe do "chefe".

Scolari: "O chefe dos sub-21 sou eu"
Resposta da maior parte dos jogadores da selecção: "Como não conhecemos pessoalmente o senhor Scolari, não podemos dizer que seja ele o chefe."
E de Carlos Queiroz: "Se Scolari é o chefe dos sub-21 então é ele que anuncia os convocados"
Madaíl: "Agostinho Oliveira não tem de estar incomodado nem tem de deixar de estar. Ele tem de esperar e mais nada porque quem manda é Scolari!"

O meu coração dizia-me para acreditar nesta selecção, a razão dizia-me o contrário e resolvi seguir o coração. Fiz mal, mas a verdade é que enquanto o "chefe" não se meteu onde não éra chamado, os Sub 21 portugueses éram uma das melhores equipas da Europa e não aquilo que são hoje, um grupo de jogadores que entram em campo quase obrigados e sem a minima vontade de vencer. O resultado já todos conhecemos. Os culpados? O "chefe" e o chefe do "chefe".

O "chefe" porque ao contrário do que acontece com todos os chefes, nunca esteve com os jogadores e a maior parte deles só o conhecia pela tv. "Como não conhecemos pessoalmente o senhor Scolari, não podemos dizer que seja ele o chefe." Mas é. Ou pelo menos foi isso que o chefe do "chefe" disse. "Agostinho Oliveira não tem de estar incomodado nem tem de deixar de estar. Ele tem de esperar e mais nada porque quem manda é Scolari!" Esperar...a dez dias de começar o Campeonato da Europa mandou o seleccionador esperar...porque o "chefe" é quem manda. O problema é que o "chefe" como não gosta de futebol, não vai aos estádios, não fala com os treinadores das equipas portugueses e como não vai aos estádios nem fala com os treinadores das equipas portuguesas, tem de arranjar algo para aparecer na imprensa porque as festas do jet7 só são boas para a imprensa cor-de-rosa, já os tabus com as convocatórias...

E enquanto o "chefe" alimentava o seu tabu, João Moutinho e Ricardo Quaresma, dois jogadores que teriam o bilhete para a Alemanha se Portugal tivesse um seleccionador a sério, foram obrigados a esperar. E esperaram, esperaram, esperaram...tempo demais! Assim como Agostinho Oliveira. Porque para o "chefe" e o chefe do "chefe", o seleccionador não precisava de saber com antecedência se podia contar com Moutinho e Quaresma para poder preparar a equipa e também os jogadores mas estavam enganados como também estavam enganados se pensavam que para um jogador jovem que tinha esta época sido dos melhores da Liga portuguesa, a motivação éra a mesma estando presente no Mundial ou no Euro Sub21.
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista