Seja bem-vindo. Hoje é

28/11/10

Os aspectos negativos de um Bin Laden do futebol português

Crónica sobre o jogo do Sporting escrita por Luís Sobral no site Mais Futebol:

Os aspectos negativos do clássico entre Sporting e F.C. Porto.

Poucas oportunidades de golo.

As maçãs de Moutinho que foram parar a Helton.

A agressão vergonhosa de Maniche a João Moutinho.

A falha de Maicon no golo do Sporting.

A falha de Maicon que permitiu a simulação de Liedson e custou o vermelho ao central portista.

Vukcevic e a necessidade de lhe oferecerem uma bola só para ele no Natal.

O eclipse de Hulk.

Os remates ao lado de Postiga.

A troca de Varela por Guarin, logo quando o F.C. Porto estava a jogar bem.

As más opções de Paulo Sérgio na segunda parte, retirando rotina à equipa e enchendo-a de avançados, perdendo assim a boa qualidade de construção.

O público. Foi a melhor casa da época em Alvalade. Está bem, mas eu ainda sou do tempo em que os estádios esgotavam em dia de clássico.

Jorge de Sousa, que deixou passar um fora-de-jogo de Valdés, foi enganado por Liedson e não viu a agressão de Maniche.

Por fim, a expulsão de André Villas-Boas. Seria mau se fosse a primeira vez. Assim começa a ser ridículo. Sempre que não ganha, o treinador do F.C. Porto é expulso. Apesar da tenra idade, é legítimo esperar um pouco mais de maturidade no banco. Já passaram uns meses, é tempo de Villas-Boas deixar o adepto em casa e levar para o banco apenas o treinador.



Um amigo já me disse que estou a exagerar nas criticas ao senhor Luís Sobral. Parece uma perseguição! Não parece, é. Mas, infelizmente, a perseguição é feita pelo jornalista que já foi coordenador da secção «Benfica» no jornal, também do Benfica, A Bola.

E, se fossem precisas mais provas esta crónica mostra bem que eu tenho razão. Porque Luís Sobral diz que o árbitro errou no golo do Sporting (é verdade), na expulsão do Maicon (também é verdade) e ainda fechou os olhos à agressão de Maniche a João Moutinho (continua a ser verdade e, esta sim, seria uma falta para cartão vermelho directo), mas depois, como o seu ódio ao FC Porto é enorme e obriga-o a criticar o nosso Presidente, os nossos treinadores, jogadores ou adeptos sempre que escreve sobre o nosso clube, diz que Villas-Boas não sabe perder. Enfim, se o FC Porto não fosse o clube que tem o orçamento mais caro de sempre do futebol português (quase 95 milhões!) até dava vontade de rir, mas assim...

Até porque o treinador que ele mais admira vai ter um jogo importante esta segunda-feira. E também não sabe perder. E também não sabe ficar calado quando é roubado. E por isso também já foi algumas vezes expulso, a última vez aconteceu no dia 10 deste mês. Mas como agora é Special One pode berrar e criticar os árbitros que as crónicas dos Bin Laden do futebol português são sempre positivas. O que é normal, José Mourinho já não representa o FC Porto porque quando representava também éra o alvo preferido dos Bin Laden do futebol português.

Seria mau se fosse a primeira vez. Assim começa a ser ridículo. Exactamente. Seria mau se fosse a primeira vez que Luís Sobral se chateia por ver que o treinador do FC Porto não gosta que roubem o seu clube mas como não é, esta crónica é ridicula.

A expulsão do Maicon acontece no nosso melhor período, depois tivemos de nos readaptar ao jogo e os nossos objectivos passaram a ser outros. Parece-me claro que há lances a analisar. Deixo ao vosso critério as vossas análises, depois vou ler. Quanto à minha expulsão, parece-me um pouco injusta. Disse apenas que achava escandalosa e gritante a dualidade de critérios que estava ter.
André Villas-Boas
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista