Seja bem-vindo. Hoje é

09/04/11

O observador e o apagão


A nota do observador Fernando Mateus ao desempenho do árbitro Duarte Gomes no jogo Benfica-FC Porto, da 25.ª jornada da Liga portuguesa, hoje tornada pública, é um ultraje ao futebol e a todos os adeptos deste apaixonante jogo.


Não podemos deixar de manifestar perplexidade pela forma, no mínimo, leviana e pouco competente como o senhor observador Fernando Mateus avaliou a arbitragem da equipa liderada pelo senhor árbitro Duarte Gomes.

Os erros de arbitragem existirão sempre e têm de se aceitar com desportivismo. O que não se aceita é os erros terem quase sempre o mesmo destinatário, como aconteceu no jogo em causa. Disto mesmo deu eco a generalidade da comunicação social, ou não tivesse sido este o jogo da temporada desportiva com mais erros graves de arbitragem.

Pior ainda é a avaliação do senhor observador Fernando Mateus, que depois disto não pode, de forma alguma, voltar a avaliar o desempenho de qualquer árbitro.

O FC Porto apela à Federação Portuguesa de Futebol e à Liga Portuguesa de Futebol para tomar medidas urgentes quanto ao desempenho imparcial das equipas de arbitragem, bem como para a designação de observadores competentes.

Que mentira é esta de classificar como muito bom um desempenho que os nossos olhos viram que foi muito mau? Para onde caminha o futebol português em que o despudor atinge níveis inaceitáveis.

Na próxima segunda-feira, em conferência de imprensa, exibiremos um filme em que demonstraremos, ponto por ponto, como é falsa a avaliação do senhor Fernando Mateus ao trabalho do senhor Duarte Gomes, avaliado como a segunda melhor arbitragem de todo o campeonato.

Felizmente para todos os amantes do futebol, a equipa do FC Porto teve um desempenho que defendeu a verdade desportiva, porque o senhor Fernando Mateus foi o único que não percebeu que a luz só foi cortada no fim do jogo.
http://www.fcporto.pt/



Esta gentinha já passou os limites há imenso tempo!
Vou voltar a repetir-me mas a Sad do FC Porto tem o direito e o dever de levar estes sucessivos casos até às últimas consequências. Existe matéria criminal em muitos deles.

Estes comunicados são importantes e devem continuar a sair cá para fora mesmo que a máfia jornalistica os tente abafar porque já não estamos nos gloriosos tempos de Salazar. Parece que não existem grandes diferenças, é verdade, e a ditadura da CD da Liga, de Pinto Monteiro e Maria José Morgado é tão ou mais dura que a fascista PIDE, mas com a internet já não conseguem esconder a verdade por mais que tentem.

E por isso sabem que neste momento estão a perder a guerra. Têm consciência disso!

Sendo assim, a Sad do FC Porto até podia ficar a vê-los fazer estas tristes figuras. Mas não. O que é demais é exagero e o que se está a passar na (in)justiça do futebol português não é exemplo para os nossos jovens. Como podemos ter no futuro bons dirigentes, bons jornalistas, bons comentadores, bons treinadores, bons árbitros, bons observadores se o exemplo é este?

Como pode uma arbitragem ser tão imparcial e ser considerada a segunda melhor da época? Será que o mafioso que observou o jogo pensa que a melhor é a da SuperTaça que também ganhamos mas onde também fomos roubados descaradamente?

Houve uma ligeira mea culpa do Luís Alberto na altura. Da parte do Jesus, nada. Enfim, apanhei dez dias por uma palavra ao árbitro sobre dualidade de critérios e o Jorge Jesus apanha 11. É uma discrepância incrível. É uma situação ridícula, tal como a nota do observador a Duarte Gomes. Só a qualidade do nosso futebol permite apagar isto, mas um dia não apagará.
André Villas-Boas

Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista