Seja bem-vindo. Hoje é

17/05/04

Não se pode ganhar sempre...

Não se pode, mas no caso do FCP até se devia...

Estive no Jamor, e em 1º lugar queria dar os parabéns aos benfiquistas (sobretudo aos "sub-8") pela vitória. Hoje acabaram por ter a sorte (mas não só) do lado deles, e num jogo equilibrado (se bem que com maior domínio do FCP, mesmo quando com 10 jogadores), acabaram por chegar ao fim de 120 minutos de jogo com 2 golos marcados e somente 1 sofrido.

Um jogo em que o FCP deu 25/30 minutos de avanço ao adversário, já que entrou em jogo a passo, quase parecendo um daqueles treinos de descompressão, permitindo que o adversário, sem qualquer esforço tivesse garantido (ainda que sem grande perigo) o controlo do jogo. Após esse período, e depois de 2 boas jogadas, os jogadores do FCP lá acordaram, e lembraram-se que estava ali um jogo que era para ganhar e não somente para "passear", e aí começaram a ter mais posse de bola, mais pressão, mais perigo… e culminou com o Porto por chegar ao golo mesmo em cima do intervalo.

A 2ª parte continuou na mesma "onda" com que terminou a 1ª parte, com o FCP a continuar a assumir o jogo, a controlar e a estar sempre mais perto da área do Benfica… e quando menos se esperava, quando o FCP mostrava ter o jogo na mão, acaba por sofrer um golo tão inesperado quanto estranho. Mas o pior haveria de chegar poucos minutos após, com o J.Costa a ver o 2º amarelo. Ainda assim, e com menos 1 em campo, o FCP perdeu o controle que estava a ter, no entanto o Benfica também não conseguiu superiorizar-se, acabando por se verem as duas equipas a jogar ao mesmo nível. E assim, não surpreendeu que se chegasse ao final dos 90 minutos com o empate a subsistir.

No prolongamento, e já com o FCP a acusar, logicamente, o esforço… o Benfica controlou mais a posse de bola, mas sem mais do que isso, no entanto, em mais um lance estranhíssimo, e mesmo no final da 1ª parte do prolongamento o Benfica chega ao golo da vitória final. A 2ª parte do prolongamento já praticamente não existiu, com as naturais paragens e a falta de forças que já reinava na maioria dos jogadores, sobretudo nos do Porto, que assim ainda provocou a falta de discernimento.

Muito mal o Jorge Costa, que vê 2 amarelos em lances disputados a meio-campo e sem qualquer perigo, e que assim comprometeu toda a equipa.
Muito bem o Deco (faz sempre grandes jogos nas finais da Taça), que quando finalmente recuou no terreno para pegar no jogo, deu mais um recital de bem jogar, tanto a atacar como a defender, sendo que se perdia momentaneamente com os "diálogos" com o árbitro da partida, e aí quebrava muitas vezes o ritmo que ele próprio dava ao jogo.

O árbitro... não passa de uma reles versão do Vítor Pereira... ainda por cima com um "show-off" permanente, sabe-se lá para quem...

Para terminar, e falando do local da final, o Estádio do Jamor… se é para continuar a jogar as finais naquele estádio, é urgentíssimo criar condições mínimas… e neste tipo de jogo, as falhas vêm todas à tona. Não se pode ficar 45 minutos, "esmagado", no meio de uma multidão para entrar num estádio, sobretudo quando começam a chover pedras para o meio dessa mole humana que tenta aceder ao estádio. Um estádio para 30 e tal mil pessoas que tem 2 zonas de entrada no estádio é, no mínimo, ridículo ( e quando se fala num jogo com estas características...). E já nem vou falar nas condições de conforto do estádio em si... acho que sobre isso nem vale a pena falar... A festa é bonita, o convívio é bonito, mas convém começar a pensar seriamente em melhorar as condições, senão acho que não há mesmo alternativa que não seja a mudança. A não ser que se opte por continuar a preferir a tradição à evolução, e a burrice à inteligência.

P.S. Os DV queriam saber em quantas finais europeias estivemos... eu digo-lhes. Estivemos em 5... depois de dia 26, terão sido 6... e a caminho da 7ª.
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista