Seja bem-vindo. Hoje é

12/01/06

O ÁRBITRO : Ser ou não ser?

Aproveitando este título do jornal O Jogo gostaria de perguntar a quem manda na arbitragem portuguesa se o senhor Bruno Paixão pode ser considerado um árbitro de futebol ou não, porque:

Para poder ser considerado árbitro de futebol não lhe basta ter um apito na boca

Para poder ser considerado árbitro de futebol não lhe basta acompanhar os lances com vinte metros de atraso

Para poder ser considerado árbitro de futebol não lhe basta errar em 50% das decisões que toma

Para poder ser considerado árbitro de futebol não lhe basta fazer jantaradas com os dirigentes da APAF

Para poder ser considerado árbitro de futebol não lhe basta ter o apoio do presidente da arbitragem

Para poder ser considerado árbitro de futebol não lhe basta roubar o FC Porto sempre que é nomeado

Para poder ser considerado árbitro de futebol não lhe basta beneficiar o Benfica sempre que é nomeado

Para poder ser considerado árbitro de futebol não lhe basta ser sócio do Benfica e ter lugar cativo no galinheiro da Luz

Sendo assim, porque razão o senhor Bruno Paixão continua na arbitragem portuguesa?! Não há trabalho nas obras? Ou será que o pessoal que trabalha nas obras não o aceita?
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista