Seja bem-vindo. Hoje é

04/10/06

De novo contra a maioria

Começo por dizer que não é fácil estar contra a maioria e ainda por cima contra uma maioria que sempre admirei pela frontalidade com que debatem os assuntos relacionados com o nosso clube. Mas não posso - mais uma vez - deixar de a contestar já que não consigo entender como é possível que no espaço de duas semanas tantos adeptos tenham passado da fase "Isto são favas contadas" para a fase "Assim não vamos lá". Porque a verdade é que se há duas semanas atrás existia optimismo a mais, desta vez o pessimismo é levado aos limites numa altura em que continuamos na frente do campeonato.

Porque razão depois de duas derrotas seguidas (o empate frente ao CSKA não pode contar para este rosário já que fizemos uma grande exibição frente a uma equipa com muito mais rodagem e com meio campeonato não tendo vencido apenas por manifesta infelicidade) passamos do oito para o oitenta ou se quiserem do oitenta para o oito? Será que não somos tão bons adeptos como queremos fazer crer?

Vejam o caso de Fernando Santos. Bastou-lhe uma vitória frente a uma das mais modestas equipas da Liga Bwin para acabar um jogo sem ter direito a lenços brancos. Acham isto normal?
Meus amigos, foi isto que sempre critiquei nos lamps mas infelizmente nos últimos anos temos feito os mesmos erros que eles. Será que é isto que queremos para o nosso clube?

Como já referi várias vezes, nasci benfiquista mas depois descobri por mim mesmo que não tinha mentalidade de lampião porque nunca poderia mostrar lenços brancos a um treinador que na semana anterior éra tratado como glorioso e vice-versa e por isso mudei para o FC Porto. Porque os "andrades" éram diferentes e estavam preparados para vencer mas também para sofrer! Estavamos no anos setenta e Pinto da Costa tinha acabado de chegar ao departamento de futebol de um clube que já estava a perder os jogos quando se preparava para atravessar a ponte em direcção a Lisboa, um clube que ninguém conhecia fora de Portugal mas um clube de gente humilde que não pensava ser possível vencer o penta ou duas taças dos Campeões e duas taças Intercontinentais.

Hoje, tudo é diferente e muitos desses adeptos humildes viraram adeptos arrogantes que pensam que tinhamos obrigação de ir a Londres vencer a segunda melhor equipa da europa. Não é assim. Temos obrigação de fazer o nosso melhor em todos os jogos mas nunca de vencer uma equipa como o Arsenal.

Também tenho visto muitos adeptos a falarem no Mourinho e que desde a sua saída nunca mais apareceu um treinador como ele, mas o problema é que Mourinhos não existem aos pontapés caso contrário não seria considerado por todos como o melhor do mundo. Foi um achado como o foram Pedroto e Artur Jorge mas agora temos de virar a página para não caírmos no mesmo erro dos lamps em relação a Rui Costa.

Quando Jesualdo Ferreira foi contratado fui dos primeiros a mostrar o meu desagrado por não ver nele o perfil ideal para treinar um clube como o FC Porto e neste momento continuo a pensar assim, mas isso não quer dizer que tenha de pedir a sua demissão sempre que a equipa perder um jogo porque mal ou bem é com este treinador que temos de viver nos próximos tempos e o resto é conversa que só serve os interesses dos nossos adversários.

Meus amigos, o exemplo da época passada é gritante. Quantas vezes exigimos a cabeça de Adriaanse? Falando por mim, imensas, mas no final vencemos o campeonato e a tacinha de Oeiras e quem sabe se este ano a história não se vai repetir? Temos é de ter calma porque nada está perdido assim como nada estaria ganho se tivessemos vencido os dois últimos jogos.
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista