Seja bem-vindo. Hoje é

26/01/08

Porque hoje é sábado...O "cromo" Eugénio Queiros.

Vou responder a quem não merece. A um "cromo" que se diz jornalista mas a única coisa que faz é semear, no jornal dos recordistas da mentira e no seu blog, o ódio que tem ao FC Porto. Aliás, já me disseram que ele odeia tanto o nosso clube como alguns elementos da própria familia o odeiam a ele. Enfim...

Escreveu esse "cromo" que "conforme noticiou ontem a sábado, a PJ está à procura de 2,5 milhões de euros que desapareceram das contas do Estrela da Amadora, em 2004, no final da gestão de José Maria Salvado. A quem sucedeu António Oliveira, o presidente que esta semana disse aos jogadores para não treinarem enquanto não fossem pagos os salários em atraso. O mesmo que não se quis constituir assistente no caso FC Porto-Estrela da Amadora, esquecendo-se que a sua equipa terá sido prejudicada e que nessa época até desceu de divisão."

Óra bem...um jornalista honesto, antes de fazer uma acusação destas, primeiro tratava de saber o que realmente aconteceu nesse jogo. O problema é que o Eugénio Queirós de jornalista não tem nada e de honesto tem ainda muito menos e como tal passa todo o tempo que tem, e que podia ser útil para se reconciliar com a familia, a atacar o nosso clube.

Por isso, e porque hoje é sábado e eu até estou bem disposto, resolvi apresentar algo que saíu no JN de 23 de Julho de 2007 e que relata bem os "roubos" desse jogo:

F. C. Porto-Estrela da Amadora, 2-0

Data 24 de Janeiro de 2004

Foi um jogo de triunfo fácil para o F. C. Porto, que defrontava o último classificado, que, até essa 19.ª jornada, não tinha averbado qualquer ponto fora de casa. Sobre este jogo, os peritos convidados pelo Ministério Público (MP), os ex-árbitros, Jorge Coroado, Vítor Pereira e Adelino Antunes, não deram conta de qualquer favorecimento, por parte de Jacinto Paixão, ao F. C. Porto. Detectaram, apenas, a não amostragem de dois cartões amarelos e consequentes livres directos, contra os portistas e o mesmo em relação a estrelistas. Igualmente, a análise do jogo revela que o "árbitro assistente n.º 1 assinala, erradamente, fora-de-jogo a um jogador do F. C. Porto". O observador da partida, inclusive, na sua avaliação, no deve-haver, considera que o F. C. Porto foi prejudicado. O próprio MP reconhece que não houve "uma arbitragem fraudulenta ou tendenciosa", conforme se deduz da análise dos peritos.


Por aqui se vê que só por ignorância ou maldade é que alguém pode dizer que o FC Porto foi beneficiado nesse jogo. Aliás, se o "cromo" tem dificuldades em procurar na net, podia ter "mexido" nos registos dos recordistas da mentira. É que, embora esse pasquim esteja sempre com uma arma apontada ao FC Porto, o jogo de 2004 com o E. Amadora foi de tal maneira um jogo sem grandes casos que lhes foi dificil inventar algo que nos prejudicasse. Como podem ver pela crónica ao jogo:

Árbitro

JACINTO PAIXÃO (1).
Ausência de critério disciplinar agravada pelo auxílio irregular dos assistentes. No segundo golo do FC Porto, McCarthy, qual Jardel, estava deslocado no início do lance, mas legal quando partiu o passe de Maciel. Para além da confusão com as deslocações, faltaram cartões em situações inadmissíveis, como quando Deco foi agarrado por Jordão, junto à área.
Record Autor: VÍTOR PINTO
Data: Domingo, 25 Janeiro de 2004 - 01:07


Mais palavras para quê? Agora imaginem o que este e outros "cromos" escreviam se o FC Porto tivesse jogado com o Estoril no Algarve com jantares pagos aos jogadores adversários, fosse descaradamente beneficiado diante da Oliveirense para a taça de Oeiras, o senhor Lucilio Baptista roubasse quatro pénalties ao Sporting no estádio do Dragão ou se durante um jogo com a U. Leiria em casa, a bola estivesse dentro da baliza mais de um metro e o golo não fosse validado.
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista