Seja bem-vindo. Hoje é

26/03/08

Desta vez, não estou de acordo com o presidente do FC Porto

Não estou preocupado, porque tenho a certeza de que vou ser absolvido. Há uma coisa: não quero que o assunto seja arquivado pelo facto de não existirem provas. Quero é que o assunto siga para a frente e seja tudo provado, sobretudo depois de se ouvirem as pessoas que estão dentro do assunto - e não é só a irmã dessa senhora [Carolina Salgado] - e que já testemunharam sobre o que viram e ouviram. Não tenho dúvidas de que há pessoas que tramaram tudo. Andaram anos a investigar a minha vida: via verde, os restaurantes onde ia, o meu cartão de crédito, as minhas chamadas... Andaram anos a fazer isto tudo para descobrir que há um árbitro que foi apitar o FC Porto quando já era campeão, num jogo que não nos interessava para nada - até poupámos meia equipa -, só porque esse árbitro foi a minha casa, não a meu pedido, mas por um terceiro indivíduo, para tratar de um assunto que não estava relacionado com um jogo de futebol. Mas há mais: a Polícia Judiciária descobriu os apitos dourados, mas havia lá facturas ainda mais valiosas de relógios oferecidos por outros clubes. Mas isso não interessava. Nem sequer foram levadas cópias.
Pinto da Costa

Parece que o presidente do FC Porto está confiante demais num final feliz. Francamente não é o meu caso. Espero estar enganado mas uma (in)justiça controlada por Pinto Monteiro (confessa que o Ministério Público é um poder feudal de condes, viscondes, marqueses e duques) e Maria José Morgado (uma ex. terrorista admiradora de Marx, Lenine, Estaline, Mao Tsé-Tung e Engels) não me dá confiança nenhuma. Talvez por ter vivido num tempo em que existia uma PIDE que prendia inocentes e deixava assasssinos em liberdade, onde o Benfica éra glorioso e o único desportivo da altura nunca esteve interessado em denunciar os roubos de igreja (mesmo que quisesse também não podia porque a PIDE não deixava), onde Lisboa éra capital e o resto apenas paisagem e vassalagem. Ou então por viver neste tempo em que o presidente do Benfica rouba milhões e continua em liberdade, manda agredir pessoas à frente das câmaras de televisão e continua em liberdade, inventa OPAS para ganhar mais milhões e continua em liberdade, muda jogos para 300 kms de distância à custa de um dirigente que, na altura, também éra o patrão do Estoril, e continua em liberdade, paga jantares no Sapo a dirigentes da arbitragem e continua em liberdade, escolhe árbitros e continua em liberdade, diz que são mais importantes os lugares na Liga que os bons jogadores e continua em liberdade...

Diz o presidente do FC Porto que andaram anos a fazer isto tudo para descobrir que há um árbitro que foi apitar o FC Porto quando já era campeão, num jogo que não nos interessava para nada - até poupámos meia equipa.

Também por isto é fácil percebermos que as cartas estão trocadas. Até porque, qualquer juíz que tivesse interesse e o deixassem descobrir a verdade, teria ainda possibilidade de ler as crónicas do jogo ou os comentários à arbitragem para tirar as dúvidas que ainda tivesse.


Beira Mar-F. C. Porto, 0-0

Data 18 de Abril de 2004

O jogo contava para a 31.ª jornada , a três do final do campeonato, e foi dirigido por Augusto Duarte. Na véspera do jogo, dia 17 de Abril, o Sporting, segundo classificado, perdera , por 2-1, no estádio do Bessa, frente ao Boavista. Com este desfecho, a vitória do F. C. Porto deixava de ser indispensável. Recorde-se que os portistas foram campeões com oito pontos (82) de vantagem sobre o Benfica (74) e nove (73) sobre o Sporting e depois do encontro de Aveiro ficariam a uma vitória do bicampeonato. Segundo o relatório dos árbitros peritos foram apontados quatro erros à equipa de arbitragem, sendo três em beneficio do F. C. Porto e, um, do Beira-Mar. Nenhum teve, porém, influência no empate final (0-0). O cronista do JN comentou, assim, o trabalho do árbitro "Augusto Duarte teve o condão de passar, praticamente, despercebido".


O problema é que eles, os juízes, têm ordens para condenar sem pestanejar.

Caro Presidente do FC Porto,

Neste momento o nosso clube está a ser fortemente atacado. E, acredite, não vai ser fácil vencermos esta guerra nos tribunais. Mas podemos vencê-la atacando os nossos inimigos com as mesmas armas que eles. E usando os podres deles! Se Luís Filipe Vieira investiu alguns milhares num livro de propaganda, nós também podemos e devemos investir nos livros que forem necessários. Se Luís Filipe Vieira comprou o depoimento da prostituta, nós também podemos e devemos comprar os depoimentos que forem necessários.

O presidente do Benfica cheira a vigarista à distância, a rapidissima forma como entrou na liata dos 100 mais ricos de Portugal, também. O passado e o presente dele deve estar cheios de negócios escuros, com uma boa equipa e alguns milhares de euros, de certeza que vão encontrar alguma coisa com bastante facilidade. E depois podem entregar cópias das provas ao fiscalista dele. Vários jogos podem ser usados para levar o presidente do Benfica a tribunal sem grandes dificuldades. É só uma questão de alguém fazer as perguntas certas às pessoas certas. O da batota, no Algarve, é o mais vergonhoso desde o 25 de Abril mas não é o único. O roubo aquando da transferència de Mantorras também bem investigado, daria que falar. Não podem é ficar parados a pensar na absolvição porque uma (in)justiça que acredita na prostituta quando ela fala em envelopes e depois não acredita quando a mesma prostituta diz que mandou bater no Bexiga e partir umas câmaras que nunca existiram, não merece nenhuma credibilidade.

PS- E mostrem as imagens dos jogos como prometeram. Se os canais nacionais não as quiserem mostrar, tentem apresentá-las no canal regional ou então na net só para os fundamentalistas que neste momento nos atacam, ganharem vergonha na cara. E depois, mostrem outros jogos onde fomos roubados descaradamente. E outros onde os nossos inimigos foram beneficiados. E apresentem listas de jogos, de árbitros, de roubos, de favores...Lutem com as mesmas armas carago!

  • Imagem dos nossos amigos Dragões

  • Enviar um comentário

    Pesquisar neste blogue

    Mensagens populares

    Subscrever / Email

    Enter your email address:

    Delivered by FeedBurner

    Subscribe to PORTOGAL by Email

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
    Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
    tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista