Seja bem-vindo. Hoje é

20/06/08

Alguém se sentiu enganado?

  • Ontem, pela segunda vez neste europeu, vi um jogo da equipa do actual treinador do Chelsea. Quer dizer, vi apenas a segunda parte, mas vi, e o que vi já tinha visto montes de vezes com outros adversários.

    O "nosso" Deco estava mágico, o Bosingwa cansado, o Petit petit, o Postiga resmungão, o Meireles sem ajuda, o Simão em campo, o Quaresma no banco, o Ricardo frangueiro e no final do encontro, o Scolari satisfeito e a dizer que estava orgulhoso e, mais grave ainda, que «é possível que volte a treinar Portugal». Só espero que não tenha intenções de voltar quando, no próximo Natal, Roman Abramovich descobrir que ofereceu 7,5 milhões de euros por cada um dos quatro anos para ver, na melhor das hipóteses, a sua equipa lutar por um lugar na Taça Uefa.

    Ferreira Fernandes escreveu, há uns tempos atrás, isto sobre os 23 jogadores escolhidos por Scolari:
    "Scolari diz-se fiel à Senhora de Caravaggio. O que ele é, é fiel. Daqueles que casam uma vez; o empregado do restaurante, vendo-o entrar, nem entrega a ementa e encomenda logo o prato à cozinha; e os vizinhos podem dizer: "O Luiz Felipe? Daqui o a 7 minutos está a virar a esquina." Daquela fidelidade que outro brasileiro famoso, Millôr Fernandes, disse ter um preço: a eterna chateação."

    Foi com essa impressão que eu fiquei ontem. Que aquele jogo ia ser uma eterna chateação e no fim acabaria por ganhar a Alemanha, como um dia disse Gary Lineker. Com um frango de Ricardo. Perdão, dois...Ou terão sido três?

  • Qué qué isso ó Irene?

    Nos destaques ao jogo, Irene Palma, enviada-especial do MaisFutebol à Suíça, destacou dois portugueses: Cristiano Ronaldo e Deco. Sobre o primeiro tentou desculpar a sua exibição com os assobios vindos da "avalanche de alemães que fizeram com que Basileia mais parecesse um qualquer estádio da Alemanha." Dizendo também que "não teve muito espaço, mas com o decorrer do jogo foi-se libertando e conseguindo entrar com perigo na área". Para finalizar: "pedia-se mais a Cristiano Ronaldo neste jogo decisivo de Portugal."

    Até aqui tudo bem. Só que na análise ao Deco borrou a pintura ao escrever que
    "as coisas nem sempre lhe saíram bem. Jogou em todas as zonas do terreno na busca do caminho que levaria Portugal ao sucesso, mas em vão. Não houve o Deco que era preciso e a Selecção Nacional ressentiu-se".

    Com já escrevi, apenas vi a segunda parte mas pelo que vi, o Deco foi de longe o melhor jogador da equipa de Scolari. Mais mágico éra quase impossível e se existem culpados, que existem e não são poucos, o Deco nunca poderá fazer parte da lista. Mas tudo bem, parece que para alguns, ele nunca passará de um estrangeiro que está a roubar o lugar a um português. Só não percebo porque razão as criticas não se estendem a outros atletas que, no futebol e em outras modalidades, vestem a camisola de Portugal sendo naturalizados. Alguns deles com menos tempo de Portugal.

  • Se tu o dizes...

    Madaíl já disse que o novo patrão dele (e da equipa) «tem que falar português para falar com os jogadores». Acho bem. Aliás, não estou a ver jogadores como o Pepe, Ricardo Carvalho, Simão, Ricardo, Deco, Cristiano Ronaldo, Bosingwa, ou Paulo Ferreira, entre outros, a entenderem outra lingua que não o português.
  • Enviar um comentário

    Pesquisar neste blogue

    Mensagens populares

    Subscrever / Email

    Enter your email address:

    Delivered by FeedBurner

    Subscribe to PORTOGAL by Email

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
    Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
    tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista