Seja bem-vindo. Hoje é

03/03/09

Hoje lembrei-me deste tipo



Estava a ver as bentas da Carol na TV e a imaginar como o discurso dos jornalistas seria diferente se Pinto da Costa, José Mourinho e todos aqueles jogadores que encantaram Portugal, a Europa e o Mundo, vestissem a camisola do Benfica ou do Sporting.

4 comentários:

Anónimo disse...

Fantastico!
Tenho saudades do tempo de Mourinho. O Jesualdo não percebe nada de futebol, é a minha opinião. Ainda contra o Spoting vimos isso. Fomos dominados por ambos os mouros em casa!
Depois nunca gesticula, nunca da um grito de revolta no banco!

Espero para a proxima epoca não o ver no FCPorto. Talvez Jesus..

dragao vila pouca disse...

Tu és mauzinho...colocas isto sobre o Mourinho e o que acontece...a gente começa a fazer comparações e...coitado do Jesualdo.

Um abraço

Anónimo disse...

Uma arbitragem habilidosa qb
«O Sporting conseguiu um empate a zero no Dragão, impondo um estilo de jogo muito físico, muito agressivo (...).
Melhor o Sporting na primeira parte, finalmente com Pereirinha à direita do meio-campo e com um lado novo: desde o primeiro minuto que alguns jogadores do Sporting (Derlei, Pedro Silva, Rochemback, Polga, Grimi) fizeram uma certa intimidação física com alvos definidos (Bruno Alves, Hulk). Se bem interpretei, era uma forma de antes de mais mostrar que não era a equipa que sofreu a humilhação do Bayern que estava ali. (...)
Mas a tentativa de impor o físico leonino não correu sempre bem. Grimi saiu aos 30' lesionado (entrou Caneira) mas tinha a lição bem estudada. Protestos junto do árbitro em cada falta, nunca virar a cara à luta e nunca dar espaços. (...)
João Ferreira teve um jogo difícil e a nota mais sonante é que Pedro Silva saiu do campo sem cartão amarelo, ou Derlei sem o vermelho...»

Estes extractos acerca da estratégia do Sporting em relação à arbitragem de João Ferreira, são da crónica que Manuel Queiroz assinou no DN de 1 de Março e que, no fundamental, ele repetiu ontem no Jornal de Domingo da TVI24, para desagrado dos outros dois comentadores - António Magalhães (director-adjunto do Record) e João Querido Manha

"REFLEXÃOPORTISTA"

Alvaro disse...

Pessoal, não podemos comparar o Jesualdo ou outro treinador qualquer ao José Mourinho porque o "eu sou muito especial" é apenas o melhor e mais arrogante treinador do mundo.
Todos os outros estão atrás. :)

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista