Seja bem-vindo. Hoje é

03/10/09

Porque hoje é sabado...vamos recordar um campeonato ganho à pedrada


-Julho 2009
- Alcochete
-Sporting-Benfica
-Última jornada do campeonato nacional de juniores

  • O embate era decisivo para a atribuição do título, com o Sporting a precisar de vencer e o Benfica a necessitar apenas de um empate.
    Nesse dia, só puderam entrar os adeptos sportinguistas que fossem sócios do clube. Os outros, mesmo os que tinham por hábito ver os jogos das camadas jovens, ficaram à porta porque o pequeno campo do centro de treinos do Sporting não dava para mais. Quer dizer, dava para lá meter também uma centena de adeptos do Benfica que chegaram escoltados por um contingente policial. E foi na altura em que eles entraram, estavam decorridos 25 minutos de jogo, que as pedras começaram a cair numa das bancadas obrigando os adeptos do Sporting a fugir para dentro das quatro linhas. Jogo interrompido, faltava a decisão da FPF. Que ofereceu de bandeja o titulo ao Benfica.

  • Público; 22.07.2009
    O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) atribuiu a Sporting e Benfica a derrota por 3-0 no jogo que ambos disputavam em Alcochete, na Academia do clube leonino, no dia 27 de Junho e relativo à última jornada da fase final do campeonato nacional de juniores, que acabou por ter que ser interrompido devido a distúrbios entre adeptos de ambos os emblemas. Com esta decisão, o título fica nas mãos dos "encarnados".

    O Conselho de Disciplina decidiu condenar os "leões" na pena de derrota por 3-0, para além da realização à porta fechada dos três jogos oficiais seguintes que no mesmo escalão deva realizar em casa com o Benfica. Os sportinguistas foram ainda multados em 625 euros.

    As "águias" foram igualmente condenadas com a derrota por 3-0, têm que realizar os próximos três jogos em casa com o Sporting à porta fechada e foram multadas também em 625 euros.

    A decisão do CD da FPF é ainda passível de recurso para o Conselho de Justiça.

    "Considerámos que os adeptos de ambos os clubes tiveram culpa e que o que se passou foi muito grave. Por isso, entendemos que os dois clubes deveriam ser punidos", explicou Arnaldo Marques da Silva, presidente do CD, citado pela Lusa, no fim da reunião, realizada na sede da FPF, em Lisboa.


  • O que pensam os jogadores do Sporting, os mais prejudicados com esta palhaçada sem terem alguma culpa pelo que aconteceu?

    Academia de Talentos; 07.09.2009
    Entrevista ao jogador do Sporting, Renato Santos

    O JOGO DO TÍTULO 2008/2009 E O PRESENTE NO SPORTING

    Como achas que te correu a tua primeira época nos Juniores?

    No geral, acho que me correu bem. Os treinadores são diferentes, a maneira de trabalhar também é outra, e por isso há ali uma fase em que andamos um bocado perdidos. Temos de fazer outros movimentos, a pressão que temos de fazer também é maior e temos de trabalhar outros aspectos quando temos a bola e quando não a temos, no aspecto táctico, e por isso houve ali alturas em que foi complicado. Depois não jogar também não ajuda, não basta apenas treinar, um jogador tem de jogar para ganhar confiança, é mesmo muito importante. Mas no geral acho que foi um bom ano.

    E a época do Sporting, como achas que correu?

    Tivemos um bocado de azar, e depois houve aquele último jogo...

    Como é que vocês, dentro do campo, viveram tudo aquilo que aconteceu?

    Foi muito complicado. Estamos um ano inteiro a trabalhar para o título, temos a oportunidade, com vários esforços, de chegar perto do título, e depois por causa de meia dúzia de pessoas, que para mim aquilo não são pessoas, chegam ali e resolvem acabar com o jogo. Estava um excelente ambiente, um dia perfeito para jogar futebol, estávamos bastante ansiosos, como é normal, mas queríamos era jogar. Lembro-me até, que depois da invasão de campo, nós estávamos todos dentro do balneário, e dizíamos todos: “Mister, nós queremos é jogar, tentem resolver a situação para retomar o jogo”. Mas depois instalou-se a confusão de tal forma que não foi possível. Entrou bastante gente para o campo e era impossível continuar.

    E enquanto estavam dentro do campo aperceberam-se de que alguma coisa estava a acontecer?

    Eu estava no banco e já me tinha apercebido que alguma coisa ia acontecer. Começaram os adeptos do Sporting a virar-se para trás, a sair a correr das bancadas, e depois houve uma altura em que alguns adeptos do Benfica tentaram entrar pelo portão lateral da Academia, mandaram pedras uns aos outros e voltaram para a entrada. Pelo que sei também, os adeptos do Benfica já vinham a partir vidros dos carros na estrada que liga à Academia, e a Polícia soube disso mas mesmo assim deixaram-nos entrar. Ora, uma claque que já vai a fazer asneira antes de entrar no campo não vai com boas intenções, como é óbvio. Nesse aspecto tivemos todos muito azar, porque para nós era um jogo crucial, todos queríamos jogar, todos queríamos ganhar, era importante. Foram dias de grande triteza para nós a seguir a esse jogo, muito tristes.

    Estavam à espera que o jogo se repetisse ou continuasse...

    Por nós, o jogo tinha sido repetido, mas não seria a mesma coisa. Era naquele dia, com o ambiente que estava, o que a gente sentia é que era aquele dia. Noutro dia, se calhar à porta fechada, é sempre diferente. Se tudo corresse bem, se ganhássemos éramos campeões, mas nunca seria a mesma coisa, não tinha o mesmo sabor.

    Como é que os jogadores do Sporting receberam a decisão da FPF de atribuir derrota às duas equipas e o título ficar assim entregue ao Benfica?

    Eu estava de férias quando soube, ligaram-me a dizer e fiquei muito triste. Mas também sei que o Sporting recorreu porque acho que é o mais correcto, porque senão para o ano, imagine-se, o FC Porto e o Sporting discutem o título, os adeptos do Sporting chegam ao Estádio do Dragão e invadem aquilo e pronto, três pontos a menos para cada um, ganhamos nós e andamos sempre nisto todos os anos. Acho que não é a decisão mais correcta, não apenas por nos prejudicar a nós, porque assim as claques tiram a conclusão de que se voltarem a fazer o mesmo podem sair beneficiados dessa situação. Devia-se pensar melhor na decisão, para mim, muito sinceramente, não se atribuía título, seria o mais correcto, como já aconteceu no passado à equipa de Iniciados do João Moutinho e Carlos Saleiro. Tanto nós como os jogadores do Benfica não temos culpa do que aconteceu e acho que o mais correcto era não haver título para ninguém.

    E também vão ter agora de fazer uns jogos à porta fechada, como achas que vão ser essas partidas?

    Vai ser como um treino, mas contra o Benfica, um jogador de futebol gosta sempre de ter um público a apoiar, sentir que quando falhamos o público pode estar lá a bater palmas e puxar por nós, esse tipo de coisas que são situações que nos ajudam. Aquela adrenalina, aquela motivação ajuda sempre muito, e num jogo desses esperamos sempre casa cheia e muita emoção, é sempre um derby, e quando lá chegarmos vamos ver uma bancada vazia e pronto, somos apenas nós.

  • Um desses «treinos» aconteceu hoje. Os juniores do Sporting e do Benfica voltaram a encontrar-se no mesmo local do crime e o resultado foi o mesmo: um empate a zero. Mas desta vez os adeptos não foram violentos. Não podiam...o jogo foi à porta fechada.
  • Enviar um comentário

    Pesquisar neste blogue

    Mensagens populares

    Subscrever / Email

    Enter your email address:

    Delivered by FeedBurner

    Subscribe to PORTOGAL by Email

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
    Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
    tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista