Seja bem-vindo. Hoje é

15/07/11

No texto dos outros de hoje: FC Porto, muitas soluções e alguns excedentes para resolver

Ainda sem “feridas” na estrutura do plantel que transitou da época passada, Vítor Pereira, treinador do FC Porto, parece ter várias soluções para revalidar o título nacional de futebol, assim como alguns excedentes.

O plantel dos “dragões” tem, neste momento, 29 jogadores, sabendo-se que o técnico portista não quer trabalhar com mais de 24 ou 25.

Contudo, até dia 1 de setembro, data de encerramento do mercado, a SAD portista está de prevenção para agir em função das necessidades ou reagir em função da perda de “peças” relevantes.

Do grupo que marcou os sucessos de 2010/11 apenas saiu o argentino Mariano Gonzalez, pelo que o cenário de empréstimos e “vendas” de jogadores estará em cima da mesa após o fim do estágio que decorre em Marienfeld, na Alemanha, até dia 17.

Para mais, a imprensa nacional e internacional tem insistido na possibilidade do defesa esquerdo brasileiro Alex Sandro (internacional sub-20) estar na “rota” dos campeões nacionais.

Há, portanto, algum excedente no grupo de trabalho, contando com eventuais contratações e sem meter nas contas os quatro promissores juniores que têm dado boas indicações no estágio de pré-temporada: Kadú, David, Tiago Ferreira e Christian Atsu.

Para a baliza, Vítor Pereira tem trabalhado com Helton (renovou recentemente), Beto e Bracalli (ex-Nacional), estando o polaco Kieszek de fora do estágio.

A defesa parece estabilizada, se não houver entradas ou saídas: Sapunaru e Fucile à direita, Álvaro Pereira e Emídio Rafael à esquerda, e Rolando, Sereno, Otamendi e Maicon como centrais.

Se Alex Sandro pode entrar nas contas do corredor “canhoto”, também há que contar com as indicações do próprio Rolando no sentido de trocar de emblema, “se surgir essa oportunidade”, conforme comentou na semana passada.

No que toca a médios, a permanência de Castro, que esteve emprestado ao Gijón na época passada, poderá depender de uma eventual saída de Fernando.

A estrutura restante para a intermediária é a mesma do ano passado: Souza, Rúben Micael, João Moutinho e Guarín, ainda ao serviço da Colômbia, na Copa América.

Por fim, os “dragões” com características e competências atacantes são uma dezena, entre os quais Cristian Rodriguez (também na Copa América, ao serviço do Uruguai), sobre quem tem sido noticiado o interesse de equipas da Rússia e da França.

Enquanto Falcao está “um pouco” mais seguro, após renovar até 2015, subindo a cláusula de rescisão para 45 milhões de euros, e Hulk tem uma cláusula proibitiva, de 100 milhões de euros, o FC Porto reforçou-se com Kléber (ex-Marítimo), que tem dado excelentes indicações no estágio em terras germânicas.

Permanecem James Rodrigues, que está de saída para o Mundial sub-20, Varela e Walter, ponta de lança que esteve bem no jogo com o FC Gutersloh, marcando três golos, tantos como Hulk.

Entre os reforços da linha avançada, o angolano Djalma (ex-Marítimo) e o brasileiro Kelvin (ex-Paraná) têm estado entre os destaques dos trabalhos de pré-temporada.

Resta apreciar o argentino Iturbe, mas isso apenas acontecerá em finais de agosto, após o Mundial Sub-20, na Colômbia.
futebol365.pt
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista