Seja bem-vindo. Hoje é

09/10/06

Pinto da Costa:

Numa extensa entrevista que deu ao jornal O Jogo, o presidente do FC Porto falou do momento delicado que a equipa atravessa, das direcções da Liga, a actual e a anterior que foi comandada pelo Benfica, das escutas telefónicas em que Luís Filipe Vieira e José Veiga foram apanhados, de Anderson e ainda das contas da Sad. Mas vamos a um pequeno resumo.

  • Equipa

    "A equipa jogou no ano passado sob um determinado sistema totalmente diferente do actual, que começou a temporada sob o princípio de que seria esse o sistema e preparando-se para ele e que, de repente, sem que nada o fizesse prever, o técnico desapareceu - nem se pode dizer que se demitiu porque saiu porta fora e não falou com ninguém responsável - portanto tivemos, nessa emergência, que encontrar um técnico dentro do perfil que idealizamos."

    "Creio que apesar de termos perdido em Braga o saldo é positivo dentro das nossas expectativas. Tinhamos três saídas em cinco jogos. Vencer duas delas, uma das quais tinhamos perdido no ano passado, é positivo."

    "A derrota no Arsenal tem que ser considerada, não normal, porque uma derrota nunca é normal, mas compreensível, na medida em que o Arsenal foi finalista vencido da Liga dos Campeões, é uma equipa poderosíssima e fez um grande jogo, o que elimina qualquer hipótese de falar em escândalo."

    "A equipa tem que reagir a estas duas derrotas e estou certo que já no próximo jogo, com o Marítimo, a atitude vai ser totalmente diferente daquela que vimos em Braga."

    "O Pedro Emanuel, que é fundamental para a coesão defensiva da equipa, lesionou-se com gravidade ainda antes da época se iniciar. O Ibson, que estava em excelente forma, também se lesionou e isso para não falar de outros que estão há mais tempo, mas felizmente em vias de recuperação como o Bruno Moraes ou o Sokota."

    "Pergunto que experiência europeia tinha Mourinho, Fernando Santos ou Artur Jorge quando chegaram ao FC Porto?"

    "Mal do clube que não tenha adeptos tristes depois de duas derrotas, ainda que uma delas tenha sido contra o Arsenal. Isso é que seria uma catástrofe. Estar triste é uma coisa, e incluo-me nos adeptos que ficam tristes sempre que o clube perde, mas temos confiança e sabemos o que queremos."

    "O Vítor Baía está cá porque o treinador continua a achar que é um grande guarda-redes, talvez ainda o melhor guarda-redes português, mas tem na baliza um jogador de tal valor que foi chamado à selecção do Brasil, que é só o país com mais títulos mundiais conquistados"

    "Baía faz 37 anos este mês. Não será inédito se continuar a jogar, mas também já não é exactamente um jovem. Por outro lado, se não puder contar com Helton, não vejo nenhum outro guarda-redes que me pudesse dar garantias"

  • Dispensas

    "o Jardel não veio para o FC Porto quando foi para o Sporting porque os técnicos da altura entenderam que ele não era necessário."

    "Isso aconteceu com o Hélder Postiga, mas felizmente ainda fomos a tempo de o recuperar, e aconteceu com o Hugo Almeida, que já estava emprestado ao Werder Bremen e que não pudemos recuperar."

    "Talvez o Hugo nos desse jeito, como nos está a dar o Hélder Postiga"

  • Adriaanse

    "O treinador abandonou o trabalho, considerou-se afastado e temos o problema para resolução na FIFA, o que me parece ser a única via possível."

    "Se quando um clube não cumpre o contrato com o seu treinador até ao final tem que lhe pagar, é óbvio que, quando um treinador, sem qualquer justificação, sem falar com ninguém, sai porta fora e abandona a equipa no estágio em vésperas de um jogo importante como era o que tinhamos em Inglaterra, é óbvio, dizia, que também temos que ser ressarcidos por isso."

    "Pessoalmente, aquilo que lhe desejo é muitas felicidades. Agora, como presidente do FC Porto não posso permitir que uma pessoa que tinha as obrigações e responsabildades dele tomasse a atitude que tomou sem nenhuma razão, e não posso deixar de agir no sentido da protecção dos melhores interesses do clube."

  • Anderson

    "O doutor Miguel Sousa Tavares, por exemplo, escreveu que constava que Pinto da Costa tinha vendido dez por cento do Anderson. Curiosamente, nesse mesmo dia, não só não vendi como comprei mais 15. O FC Porto tinha só 65 por cento e passou a ter 80. Mas, dito e escrito por ele, as pessoas são levadas a acreditar no contrário."

    "Se um jogador está bem no FC Porto, vai sair para quê? É óbvio que há casos que envolvem loucuras, levando o clube e o jogador a ter de dizer que sim, mas não é do nosso interesse desfazermo-nos desses jogadores. O Lucho é uma prova concreta disso. Não quisemos que ele saísse e ele também não quis. Ainda não vi nenhuma manifestação do Anderson a dizer que queria sair."

  • Contas da Sad

    "As contas são negativas mas por opção consciente. Se quisessemos apresentar contas positivas, bastava vender talvez um jogador e dois chegava de certeza absoluta."

    "Neste defeso, se tivesse optado por vender os quatro jogadores que nos quiseram comprar, não apresentaríamos os prejuízos que vamos apresentar. Teríamos lucro."

    "Anderson, o Lucho, o Helton e o Quaresma. Se os tivessemos vendido, em vez do prejuízo que temos apresentaríamos os mesmos números, mas de lucro.

    "O Dínamo de Moscovo, por exemplo, deve alguns milhões de euros que não pagou dos negócios que fizemos e que entraram no resultado do exercício. De qualquer forma acreditamos que esse crédito será recuperável, dado que o Dínamo não se extinguiu e até temos uma queixa na FIFA que, acreditámos, será julgada no final deste mês de forma favorável aos nossos interesses."

  • Apito Dourado e Liga

    "Não posso falar sobre o processo, mas posso dizer que foram emitidas onze certidões em meu nome e nove já foram arquivadas e nem sequer fui ouvido."

    "Foi dito que eu falava com árbitros. Nunca telefonei a nenhum árbitro, nenhum pode dizer que alguma vez lhe liguei, nem que fosse para dar os parabéns no aniversário."

    "Felizmente, a Justiça tem sabido decidir pelos factos e não pelas mentiras publicadas em alguma comunicação social."

    "Não, não me surpreendo nada que apareçam registos de escutas a telefonemas do presidente do Benfica. Aliás, o que me surpreende é que não apareçam mais coisas, como por exemplo os telefonemas feitos pelo senhor Veiga ao senhor Pinto de Sousa"

    "Quando foi da última eleição do Major Valentim Loureiro e do Doutor Cunha Leal para direcção da Liga, eu estive, como é público, na oposição."

    "Ficou célebre a frase do presidente do Benfica na altura quando, a propósito da nossa contratação do Jankauskas, afirmou que não estava preocupado com jogadores mas em ganhar lugares na Liga. Foi ele que impôs, segundo me contou o Major Valentim Loureiro, o nome de Cunha Leal para Director Executivo."

    "O que acho interessante é que, quem escolheu o Director Executivo, quem apoiou o presidente, quem nomeou os detentores dos mais diversos cargos, quem disse que seria a APAF a indicar o presidente do Conselho de Arbitragem - sabendo-se exactamente quem a APAF indicaria - foi precisamente o presidente do Benfica. E também foi ele que, no final de uma mandato particularmente nocivo para o futebol português, veio dizer que era preciso renegenerar a Liga que ele próprio tinha feito e patrocionado."

    "Quando fui contactado pessoalmente por Hermínio Loureiro, disse-lhe que o FC Porto não se envolvia em qualquer luta eleitoral, não apoiaria ninguém, nem teria ninguém indicado por si em qualquer orgão da Liga. A nossa posição é não fazer obstrução e apoiar todas as medidas que sejam boas para o futebol. Estivemos foi em oposição clara à Liga que o Benfica patrocionou e que foi agora embora."

    "Caso Mateus que tem foros de rídiculo. É um caso de começa em Janeiro e que vai afectar o início de um campeonato em Agosto precisamente por incapacidade das pessoas da Liga de tomarem decisões."

    "Foi uma espécie de cereja, bem encarnada, em cima do bolo cozinhado pelo Benfica na Liga."

  • Presidência do FC Porto

    "Não serão os jornais ou os comentadores televisivos, que mais não são do que recadeiros, a definir isso. Há um comentador televisivo, que até vai ser mandatário da recandidatura de Luís Felipe Vieira [n.d.r Fernando Seara], que tem almoços no Hotel Altis e não devem ser para falar de pneus ou negócios em Sintra."

    "Esse senhor, com aparente ar de candura, é um veneno permanente em relação ao FC Porto. Não sei se é um recalcamento por causa do Deco, onde conheceu uma das suas maiores derrotas em termos desportivos."

    "Não saio por vontade dos cronistas, que podem continuar a insultar-me e a mentir a meu respeito. Saio em duas situações: se não quiser continuar e se os sócios não quiserem que continue."

    "Vamos ver se é possível levar a cabo o projecto com o qual gostaria de terminar a minha careira de presidente do FC Porto, concretamente o pavilhão gimnodesportivo, em frente ao Dragão. Esse é o meu objectivo prioritário, porque é uma necessidade premente para as modalidades. Se vir que há condições para avançar, é possível que me recandidate; de contrário, pode ser que não me recandidate."

    "Será um pavilhão como o estádio, um orgulho do FC Porto e da cidade. Com o mesmo autor, o arquitecto Manuel Salgado."
  • Enviar um comentário

    Pesquisar neste blogue

    Mensagens populares

    Subscrever / Email

    Enter your email address:

    Delivered by FeedBurner

    Subscribe to PORTOGAL by Email

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
    Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
    tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista