Seja bem-vindo. Hoje é

24/02/07

Revista da semana

  • Elas estiveram lá para "aplaudir" o regresso do Special One ao Porto. As câmaras, claro. E em directo porque gente fina é outra coisa e os tempos em que José Mourinho éra arrogante, mal educado e vencia à custa dos árbitros, já lá vão. Quer dizer, os jogos que o FC Porto fez com os colossos Beira-Mar, Estrela ou U. Leiria, no glorioso ano de 2004, aparecem todas as semanas nas primeiras páginas dos jornais mas nestes casos o treinador do Chelsea não tem nada a ver com o assunto, mesmo que alguns teimem em dizer que o campeão nacional e europeu precisava de oferecer chocolates e café com leite para vencer os encontros.
    Voltando eo que interessa, é engraçado pois é ? Esperamos tanto tempo por elas e afinal estavam ali à mão. As câmaras, claro. E eu que duvidei que nunca mais fossem aparecer…
    Agora, se bem que isso não seja importante porque basta uma palavrinha da Carolina para tudo ficar resolvido e a Morgadinha escrever mais umas notas no site favorito dela a anunciar que o presidente do FC Porto foi, pela nonagéssima vez constituido arguído, gostaria de ver o filme, carago. O das câmaras, claro. Aquele em que se vê o José Mourinho a rasgar a camisola do maior exemplo de fair-play que o futebol português conheceu. O Rui Jorge, claro.

  • Jesualdo já tinha avisado que o FC Porto não ia perder identidade frente ao Chelsea. E não perdeu. Perdeu, isso sim, uma boa oportunidade para vencer mais uma vez, uma das mais valiosas formações europeias não o tendo conseguido por manifesta falta de sorte. Fica para a próxima, em Londres.

  • Jaime Pacheco considerou que a formação de José Mourinho, que empatou com o FC Porto (1-1), "estacionou um autocarro» frente à baliza defendida por Petr Cech, algo que, na sua opinião, o Boavista não costuma fazer. Pois. É caso para dizer que o Jaime Pacheco costuma estar com atenção aos jogos que o Chelsea faz no Dragão mas quando lá vai o seu Boavista está sempre muito distraído.

  • Parece que os Exmos. Juízes do CJ da FPF (neste momento estou a baixar-me para lhes fazer uma vénia porque os Exmos merecem) andam às turras uns com os outros porque um deles, o presidente do Conselho, (o de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, não o outro dos gloriosos tempos do Benfica) não podia faltar a uma partida de bridge e por esse motivo não aceitou a apreciação de um projecto de acórdão que reduziria para um os dois jogos de suspensão aplicados a Quaresma pela Comissão Disciplinar da Liga, o que teria permitido ao futebolista do FC Porto actuar contra a Naval. Que chatice.

  • Como alguns de vocês sabem, vivo na Suíça e embora não possa dizuer que estou longe de Portugal porque a internet faz o mundo ser muito pequeno, tenho alguma dificuldade em seguir o que se passa no nosso país. Talvez por isso, tenha ficado confuso depois de ouvir o McCarthy dizer que é portista e ia torcer pelo FC Porto no jogo com o Chelsea. Ser portista. Aí está algo que ele nunca disse nem mostrou ser enquanto vestia de azul e branco. Antes pelo contrário, pois nessa altura dava a entender que estava farto do clube e dos sócios e só queria desaparecer. Porque será que mudou de discurso?

  • É um dos seus cartões de visita. José Veiga gosta de dizer que trabalha de borla para os amigos – primeiro para João Vieira Pinto, agora para Luís Filipe Vieira e o Benfica. Mas parece que a « borla » aquando da contratação do actual jogador do Braga pelo Sporting, chegou a ser paga e bem paga. Pelo menos é o que ele agora diz mas como o tipo passa a vida a mudar de opinião…
    Quem nunca muda de opinião são os dirigentes do Sporting. Podem ter a memória fraca e esquecerem-se de alguns contratos que assinam ou assinaram mas mudanças de opinião, não. Afinal de contas são filhos e netos de Viscondes. Gente de bem, portanto.

  • Hublot, marca de relógios de luxo, vai ser sponsor oficial do Euro 2008 que a Austria e Suiça realizam em conjunto. O contrato foi assinado esta semana na cidade suíça de Nyon, sede da Uefa, e prevê entre outros meios de publicidade, que a marca Hublot apareça nos placards electrónicos que são usados pelo quarto árbitro. "Este contrato vai-nos custar o suficiente para que eu o pudesse aceitar, mas muito menos do que aquilo que vamos ganhar com ele." Pois...e como os jornalistas ficaram a olhar uns para os outros com cara da palermas, Jean-Claude Biver, patrão da Hublot, lá foi dizendo que "com respostas como esta, podia ser director de comunicação de Ségolène Royal..." preferindo não falar de custos, tendo no entanto admitido a oferta de um relógio de luxo a Michel Platini, presidente da Uefa. Será que a Morgadinha sabe?
  • Enviar um comentário

    Pesquisar neste blogue

    Mensagens populares

    Subscrever / Email

    Enter your email address:

    Delivered by FeedBurner

    Subscribe to PORTOGAL by Email

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
    Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
    tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista