Seja bem-vindo. Hoje é

26/01/09

Pergunta do dia: Em que é que Paulo Assunção se parece com Carolina Salgado?

  • Antes de existir o Apito Dourado, acreditava que existiam apenas três tipos de pessoas. As que nunca mentem, as que mentem até nos sonhos e as que mentem dizendo algumas verdades pelo meio ou vice-versa.

    Depois, aquele projecto de jornal chamado Correio da Manhã anunciou ao mundo, com a ajuda de Luís Filipe Vieira, Leonor Pinhão e Maria José Morgado, que a "madame" Carolina Salgado éra uma pessoa de bem que falava sempre verdade e tudo o que dizia teria de ser usado no processo como prova contra Pinto da Costa. Ou quase tudo.

    Foi nessa altura que descobri que existia um outro tipo de pessoa: a que, sem nunca mentir (porque, repito, Carolina Salgado nunca mente), conta três verdades da mesma história. Foi assim com vários casos: o da fruta, o dos incêndios nos escritórios de Pinto da Costa e do seu advogado, na agressão a Bexiga e nas histórias das câmaras que nunca existiram...Mas também no "caso do envelope" também conhecido como o processo do Beira-Mar-Porto.

    Na altura, Carolina Salgado garantiu no TIC do Porto, num depoimento que a juíza de instrução acabou por credibilizar, que Pinto da Costa tinha entregue um envelope com 2.500 euros.
    Esta terá sido a última das três verdades porque na anterior o montante éra de 5.000 euros e na primeira não sabia de quanto se tratava porque o envelope estava fechado.

  • Agora o Paulo Assunção

    O ex. jogador do FC Porto tanbém nunca mente e, tal como a "madame" gosta de usar três verdades.


    Em Julho de 2008 diz que "O FC Porto sempre me tratou bem. Levava quatro anos no FC Porto e podia recorrer a esta lei e foi isso que fiz. Falei com o meu representante e entendemos que tinha de fazer o melhor para mim. Tenho 28 anos e possivelmente estou no melhor momento da minha carreira. O meu objectivo é ganhar títulos numa Liga nova como a espanhola e ter novas experiências"

    Mais tarde, em dezembro do mesmo ano já garantia a O JOGO que tinha decidido deixar o FC Porto depois de um grupo de adeptos que tinha assistido ao treino ter ameaçado partir-lhe uma perna se ele não renovasse.

    Agora diz que afinal o grupo de adeptos tinha ameaçado dar-lhe um tiro num joelho.

    Três histórias, todas verdadeiras. Claro. Porque, tal como Carolina Salgado, Paulo Assunção também nunca mente.
  • Enviar um comentário

    Pesquisar neste blogue

    Mensagens populares

    Subscrever / Email

    Enter your email address:

    Delivered by FeedBurner

    Subscribe to PORTOGAL by Email

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

    2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
    Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
    tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista