Seja bem-vindo. Hoje é

06/09/12

O corrupto Ricardo Costa a dar razão ao FC Porto?

Vai cair um Santo do Altar!

Ricardo Costa e o castigo a Jesus: «FC Porto tem toda a razão»

Ricardo Costa, ex-presidente da Comissão Disciplinar da Liga, dá razão ao FC Porto, quando os azuis e brancos criticam a altura em que o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu castigar Jorge Jesus com 15 dias de suspensão.

«As reuniões do Conselho de Disciplina são marcadas pelo presidente do órgão e o presidente tem que perceber se o tempo das decisões lança ou não descrédito. Creio que o FC Porto tem toda a razão», afirmou Ricardo Costa, em entrevista à TSF.

Sobre o caso Luisão, Ricardo Costa volta a criticar o facto de ainda não se saber quando haverá uma decisão, afirmando que «este Conselho de Disciplina não está preocupado com a celeridade».

«O que sabemos é que o processo será mais rápido do que os outros, mas nunca será tão rápido como deveria ser», apontou.

ZeroZero

Estranho!
Nunca gostei de ver corruptos a defender o FC Porto...é contra-natura.

7 comentários:

Manuel disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Daniel Gonçalves disse...

Manuel,

o seu argumento é totalmente desprovido de lógica, mas uma idiotice vinda da sua mentalidade fanática benfiquista.

Pelo facto de alguém - seja lá quem for - aparecer, uma vez, a afirmar coisas correctas e honestas não quer dizer necessariamente que essa pessoa seja sempre honesta, não constitui nenhum certificado de seriedade. Lá por Ricardo Costa aparecer agora a efectuar declarações sérias não quer dizer que ele seja, ou fosse no passado, uma pessoa séria e impoluta, não existe uma relação causal.

Quanto às suas acusações de corrupção, aos portistas, soam a idiotices e disparates (a mesma casssete) ditos por crianças ou pessoas com baixo nível de inteligência, logo hoje quando foi conhecido que Pinto da Costa foi absolvido de mais uma acusação.

Difamadores e caluniadores, um crime e o contrário de pessoas impolutas, de facto os benfiquistas, como o Manuel, são em larga escala.

Luís Carlos disse...

Daniel, vamos excluir se o seu clube é o A,B ou C e se o meu é o C, D ou E.

Se o Daniel roubar e eu matar, desde que as provas sejam inconclusivas vamos ser ambos ilibados/absolvidos da acusação mas não o Daniel não deixa de ser ladrão nem eu assassino.

Desta forma, tudo aquilo que acabou de escrever é nada mais que palha.

Portogalense disse...

Portogal a jeito. Já entram ladrões ilibados e assassinos absolvidos. Portogal, IMUNIZA-TE!

Fluvial100 disse...

Manuel é nome de Jesus Cristo, de tão inocente que é. Adivinha. Qual é o maior bando do mundo, que teve um padrinho salazarento e que até lhe deu o nome de uma Casa de Reclusão, tal a semelhança? Eu ajudo. É Mundialmente conhecido por JJ, constituído por mafiosos encornados, e que corrompem uma Maria que até tem o nome da mãe do Jesus. Boa, chegaste à mesma resposta que eu!

Daniel Gonçalves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Gonçalves disse...

Luís Carlos,

Palha????? Só a sua argumentação e o "raciocínio" contida nela.

Partindo do seu pressuposto, todos nós podemos ser, em teoria, suspeitos de homício ou corrupção, basta alguém difamar ou acusar-nos de um crime e forjar provas, posteriormente no Tribunal, e com a investigação feita, fica provado que as acusações feitas eram falsas e que nunca existiu nenhum crime, ou então que as provas para acusação eram inconclusivas. Ficaremos eternamente com a suspeita no nosso nome e personalidade? Vivemos num regime tolerante, liberal e foi para evitar uma sociedade baseada na suspeita, na difamação, na perseguição, nas relações sociais tolhidas pela má fé que se institui na Justiça a presunção de inocência até prova cabal e definitiva em contrário. Aquilo que o Luís Carlos descreve é típica de uma sociedade totalitária e inquisitorial.

Mais importante ainda, Pinto da Costa tem sido absolvido porque se concluiu pela não existência dos crimes de que foi acusado, situação muito diferente de ser absolvido devido à existência de provas inconclusivas ou periclitantes. As coisas são mais complicadas do que o simplismo e da infantilidade com que o Luís Carlos -e a generalidade dos benfiquistas - apresentam a realidade.

Outra hipótese: se amanhã, o Dr. Ricardo Costa aparecer a defender o Pinto da Costa, e a declarar que o Presidente do FCPorto é uma pessoa insusceptível de cometer qualquer crime, será que as afirmações do Ricardo Costa servem como prova cabal e como certificado da seriedade e honestidade de Pinto da Costa? Porque esse é o argumento do Manuel: por o Dr. Ricardo Costa ter aparecido a criticar a sanção ao Jorge Jesus é prova evidente da seriedade e do carácter impoluto do Ricardo Costa. Duas conclusões se tiram do comentário do Manuel: que inconscientemente reconhece - ao valorizar a declaração do Ricardo Costa - que o timing da sanção ao JJ é ridícula e incorrecta. Segundo, para o Manuel - e para a maioria dos benfiquistas - bastam as afirmações (que podem ser meramente de circunstância ou oportunistas, e fingidas) para provar do carácter sério e impoluto de uma pessoa mas as investigações imparciais, isentas efectuadas pelas Instituições Judiciais que concluiram pela inocência de Pinto da Costa não são de confiança e estão erradas. Estranha mentalidade esta, "dois pesos e duas medidas".

Pesquisar neste blogue

Mensagens populares

Subscrever / Email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Subscribe to PORTOGAL by Email

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!

2009/10: 92 dias e 18 jogos depois fez-se justiça!
Hulk e Sapunaru foram castigados com apenas 3 e 4 jogos.
tag cloud Portugal Top Estou no Blog.com.pt blogaqui? Assinar com Bloglines Futebol Português Eu sou Desportista